Mundos Desiguais; um podcast de pesquisa sobre desigualdade do GRIP

A nova série de podcasts do GRIP recebe pesquisadores de destaque para discussões sobre algumas das questões contemporâneas mais urgentes da desigualdade. A série também disponibiliza conferências sobre diferentes dimensões da desigualdade para todos.

Mundos Desiguais; um podcast de pesquisa sobre desigualdade do GRIP

Em 2020 o Programa Global de Pesquisa sobre Desigualdade (GRIP), sempre em busca de novas formas de atingir nosso público e disseminar pesquisas relacionadas à desigualdade, experimentou lançar nosso próprio podcast, Mundos desiguais; um podcast de pesquisa de desigualdade

logotipo mundos desiguais

O GRIP é um programa de pesquisa radicalmente interdisciplinar que vê a desigualdade como um desafio fundamental ao bem-estar humano e um impedimento para alcançar as ambições da Agenda 2030. Nosso objetivo é fornecer uma estrutura que facilite a colaboração entre disciplinas e sistemas de conhecimento em torno de problemas de desigualdade. Este podcast faz parte da implementação deste objetivo.

O GRIP foi estabelecido em 2019 como uma colaboração entre a Universidade de Bergen (UiB) e o International Science Council (ISC), para promover processos co-projetados de criação de conhecimento para entender as múltiplas dimensões das crescentes desigualdades. Como os primeiros anos do GRIP foram muito afetados pela pandemia do COVID-19, a equipe do GRIP ganhou muita experiência em transmissão ao vivo e gravação de nossos eventos, além de hospedagem de webinars e lançamentos de livros virtuais.

A igualdade de acesso à ciência é de extrema importância para nós. Nós nos esforçamos para fazer todos nossas publicações Open Access, e estamos orgulhosos de ter uma rede verdadeiramente global de pesquisadores afiliados conosco. Nesse sentido, também estávamos cientes de que a transmissão de nossos eventos – embora gratuitos e abertos a todos – de fato impactava vários membros de nossa audiência devido aos custos exuberantes de dados e/ou conexões lentas de internet. Ao publicar a gravação desses webinars, palestras importantes e afins em nosso podcast, o GRIP espera tornar este material ainda mais acessível – sem a necessidade de gastar tempo e dados preciosos baixando um vídeo.

O GRIP também se orgulha de poder apresentar algumas palestras que de outra forma não estariam disponíveis para o público em geral, como o nosso episódio “A saúde global sobreviverá à sua descolonização?” que é uma gravação de uma sessão plenária do Congresso Europeu de Medicina Tropical e Saúde Internacional.

Além de ser um canal onde podemos distribuir gravações de nossos eventos, palestras e webinars, também estamos entusiasmados em poder convidar pesquisadores de destaque para discutir seus trabalhos recentes no podcast. Descobrimos que esse formato funciona especialmente bem para discutir publicações recentes, como neste episódio em que mergulhamos no livro recém-publicado O Longo Ano; um leitor de 2020:

O podcast também cria uma arena para discussões aprofundadas sobre vários aspectos da desigualdade e o trabalho que nossos afiliados fazem – como o episódio em que explorar imagens de desigualdade:

O podcast também provou ser um ótimo complemento para nossa minissérie em andamento, pois permite que os pesquisadores explorem seu tópico da maneira que escolherem – alguns preferem escrever, enquanto outros gostam da sensação um pouco mais casual e exploratória do podcast. Este episódio sobre cidades inteligentes é um excelente exemplo de como essas discussões complementam nossa minissérie escrita Desigualdade na (pós-) cidade pandêmica:

O GRIP pretende Mundos desiguaisser um caminho para que os pesquisadores da área da desigualdade possam mergulhar mais profundamente em seu tópico de interesse específico e explorar as muitas dimensões e caminhos das desigualdades e pesquisas relacionadas. A experimentação até agora foi bem-sucedida, com novos ouvintes encontrando nosso podcast toda semana.

Olhando para o futuro, continuaremos a publicar as gravações de nossos vários eventos e expandir nossa discussão sobre as muitas dimensões da desigualdade, bem como fornecer atualizações sobre os mais recentes desenvolvimentos no campo da pesquisa sobre desigualdade.

Saiba mais sobre o GRIP e ouça todos os episódios do podcast SUA PARTICIPAÇÃO FAZ A DIFERENÇA.


Maria Bakke Ulvesæter
Foto: GRIP

Maria Bakke Ulvesæter

Maria Bakke Ulvesæter ingressou na Secretaria do GRIP como Oficial de Comunicação e Divulgação em março de 2020. No GRIP, Ulvesæter trabalha com administração, gerenciamento de sites e comunicações.

Ulvesæter tem mestrado em Antropologia Social e bacharelado em estudos de Desenvolvimento, ambos pela Universidade de Bergen, além de um mestrado em Antropologia da Saúde e do Corpo no Século XXI pela Goldsmiths, Universidade de Londres. Ela tem experiência em pesquisa de Gana e olhou particularmente para o avanço das tecnologias digitais e seu impacto na sociedade.

VER TODOS OS ITENS RELACIONADOS

Ir para o conteúdo