Seja um voluntário

ICSU hospeda reunião do grupo de especialistas em saúde dentro da nova agenda urbana

Muitos dos fatores que levam a problemas de saúde estão fora do setor de saúde. Há uma grande preocupação de saúde pública para as cidades agora e no futuro, pois as interações das mudanças climáticas globais, ilhas de calor urbanas, poluição do ar e outros fatores causarão crescentes ônus à saúde nas cidades. A Conferência das Nações Unidas sobre Habitação e Desenvolvimento Urbano Sustentável – Habitat III – será um momento decisivo para o futuro das cidades.

O ICSU, em parceria com a Organização Mundial da Saúde, UN-Habitat, Universidade das Nações Unidas (UNU), Sociedade Internacional de Saúde Urbana (ISUH), Governo de Gana e Governo da Noruega está organizando uma Reunião do Grupo de Especialistas sobre como o foco em questões de saúde e no setor de saúde pode contribuir para a construção de cidades sustentáveis ​​e saudáveis ​​e promover a inclusão da saúde na Nova Agenda Urbana.

A Nova Agenda Urbana representa um desafio e uma oportunidade para o setor da saúde. Como o maior encontro de atores urbanos em décadas, o Habitat III também será uma oportunidade importante para o setor de saúde trabalhar com outros atores para alcançar a urbanização sustentável e garantir a saúde de nossas cidades.

O objetivo desta Reunião do Grupo de Especialistas é propor um texto especificamente para inclusão na Nova Agenda Urbana e um esboço para um relatório de antecedentes resumindo as evidências sobre como a saúde pode contribuir para o desenvolvimento urbano sustentável. Com base em eventos anteriores – “Saúde como Pulso da Nova Agenda Urbana” que ocorreu em Nova York como parte das Consultas Abertas do Habitat III em abril de 2016; e a Campus Urban Thinkers (UTC) em “Saúde e bem-estar na cidade que precisamos” em Kuching, Malásia, em janeiro de 2016 – “Health Across the New Urban Agenda” reunirá representantes do governo, organizações da sociedade civil, pesquisadores, organizações internacionais junto com as principais partes interessadas e autoridades locais, todos com experiência considerável em saúde humana e desenvolvimento urbano.

Ir para o conteúdo