Seja um voluntário

Alice Abreu

Bolsista do ISC (2023)

Envolvimento no ISC

  • Bolsista do ISC (2023)
  • Membro da Comissão Eleitoral 2021

BACKGROUND

Alice Abreu, Professora Emérita da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) no Brasil, doutorado em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo, Brasil (1980), e M.Sc. em Sociologia pela London School of Economics and Political Science (LSE) da Universidade de Londres (1971), foi Professor Titular de Sociologia da UFRJ por vinte e cinco anos e publicou extensamente em sociologia do trabalho e gênero e, mais recentemente, em gênero e ciência.

Desde 1999, quando ingressou no Conselho Nacional de Pesquisa para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) como Vice-Presidente e foi responsável pela cooperação internacional em C&T, sua carreira está intimamente ligada à política de ciência, tecnologia e inovação. De 2002 a 2006, foi Diretora do Escritório de Educação, Ciência e Tecnologia da Organização dos Estados Americanos, em Washington DC, e organizou a Primeira Reunião Ministerial de C&T nas Américas, tendo organizado quatro workshops preparatórios reunindo os melhores especialistas na região em torno de temas centrais de C&T. Entre as reuniões preparatórias, uma sobre Equidade de Gênero e Igualdade em Ciência e Tecnologia reuniu especialistas em gênero e C&T.

De volta ao Brasil, o Prof. Abreu foi Diretor do Escritório Regional para América Latina e Caribe do Conselho Internacional para a Ciência (ICSU) de 2007 a 2011 e coordenou a produção de quatro Planos Científicos para a América Latina, sobre Biodiversidade, Energia Sustentável , Riscos Naturais e Educação Matemática. Em 2012, foi nomeada Coordenadora Regional do Fórum em Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento Sustentável da Rio+20 pelo ICSU: um evento de ciência universal, um dos pré-eventos mais importantes da Conferência Rio+20.

Mais recentemente, o Prof. Abreu foi Diretor do GêneroInSITE de 2015 a 2017, uma iniciativa global destinada a promover o papel das mulheres na ciência, inovação, tecnologia e engenharia (SITE), e demonstrar como a aplicação de uma lente de gênero ao SITE pode levar a um desenvolvimento mais equitativo e sustentável. Ela fez parte do grupo de especialistas que publicou Pathways to Success: Bringing a Gender Lens to the Scientific Leadership of Global Challenges (2018) e autora de Gender and Innovation: Implications for Sustainable Development, a GenderInSITE Policy Brief (2020).

O Prof. Abreu tem sido membro de vários conselhos importantes e comitês consultivos de diferentes instituições e projetos: desde 2010, o Conselho do Gender Advisory Committee da UNCSTD e o Vice-Presidente do Comitê de Pesquisa 23 Sociologia da Ciência e Tecnologia da Associação Internacional de Sociologia; desde 2017 o Steering Committee do GenderInSITE; de 2015 a 2017, o Comitê Consultivo do projeto STEM e Avanço de Gênero (SAGA) da UNESCO, que visava oferecer a governos e formuladores de políticas uma variedade de ferramentas para melhorar as medidas e políticas de igualdade de gênero em ciência, tecnologia e inovação. Em 2019/2020 foi membro do Emerging Science Partners Working Group do projeto Challenges for International Scientific Partnerships da American Academy of Arts and Sciences. Ela é a representante adjunta do GenderInSITE no Comitê Permanente para a Igualdade de Gênero na Ciência.

O Prof. Abreu recebeu importantes condecorações e condecorações como a Ordem Nacional do Mérito Científico (Comendador) do Brasil em 2001; o Palmes Académiques (Officier), do Ministère de la Jeunesse, de l'Éducation Nationale et de la Recherche. République Française, em 2003. Recebeu o Prêmio Florestan Fernande de Sociologia em 2009 e o Prêmio ANPOCS de Excelência Acadêmica Antonio Flavio Pierucci Sociologia em 2013. Em fevereiro de 2020 recebeu a Menção Honrosa na primeira edição do “Carolina Bori Ciência & Mulher” da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência.


A página foi atualizada em maio de 2024.

Ir para o conteúdo